sábado, 9 de fevereiro de 2008

Breve Texto Não Muito Útil sobre Garth Ennis

a cara é de nerd babacão...mas o que se esconde sob esta caixa crâniana é o Inferno!!

esse post tem duas finalidades

1) mostar alguns pontos em comum nas obras do autor em questão

2) me acalmar (café e nicotina me fazem ficar igual a um esquilo psicótico raivoso e cheio de ecstasy no sangue)


MAS VAMOS LOGO AOS FATOS!!

Pátria Amada : Garth é natural de Belfast, portanto, um irlandês, e por mais que suas histórias se passem em outros cenários, ele sempre encontra um jeito de incluir o país natal nelas. Nas histórias do Hitman, o bairro de irlandeses de Gotham é cenário constante das (des)venturas de Tommy e Natt (que no arco "Quem Ousa Vence", são obrigados a se virar contra um bando de soldados do SAS, que estavam infiltrados no IRA); Kit, a namorada do Constantine (uma das mulheres com qual o bastardo se envolveu, possívelmente o relacionamento mais profundo dele) era natural de Belfast também, e chegou mesmo a ganhar a mini-série "Pátria Amada", que apesar de se passar no universo das histórias do Constantine, é apenas sobre a vida na tal cidade, que pode ser tão interessante quanto pactos com demônios e entidades do pântano. Já na obra máxima do autor (ou pelomenos a mais conhecida), Preacher, um dos personagens mais importntes, Cassidy, é um irlandês...assim como a personagem principal de "GODDESS"...eu realmente podia puxar pela memória e escrever mais umas vinte linhas...mas vamos ao próximo tópico.

Você pode falar rangendo os dentes ? : A influência dos filmes de western (vulgo "bang-bang") na cabeça geniosa de Garth Ennis é inegável, essa paixão se mostra em citações explicitas dos personagens, como a frase que abre o Hitman Anual de 97 "Existem dois tipos de pessoas no mundo, meu amigo ,aquelas que assistem filmes do Clint Eastwood...e os mariquinhas"; mas a série com maior número de referências deste tipo, é Preacher, a começar pelo fato de que JOHN WAYNE era o amigo imaginário e/ou concelheiro do personagem principal, Jesse Custer; isso sem falar no vilão, Santo dos Assassinos, que é praticamente um clone do Eastwood (uma versão literalmente "from hell" do velho cowboy ).Jesse Custer, Tommy Monaghan e Açougueiro e o protagonista de "Crime e Castigo" são definitivamente seguidores do estilo "durão" inspirado pelo supra citado Eastwood, e por Harvey Keitel, Charles Bronson, John Wayne e outros que eu não saberia dizer o nome.

Heróis de Guerra : Mais uma coisa que Ennis "deixa escapar" por entre as páginas de suas histórias, é seu interesse nas guerras (Vietnam, Golfo, Coréia, Primeira e Segunda Guerra, todas já foram citadas nas hq's do rapaz); nem mesmo o Constantine, que nunca se quer vestiu um uniforme ficou de fora, em Hellblazer #71 (A Hora da Verdade), é mostrado os últimos momentos de vida de um aviador, e o que se passa na cabeça do coitado. Quando escreveu Justiceiro (em especial a mini-séire"Born to Kill") Ennis teve a oportunidade mais que perfeita para mostrar a face fodida e doente da guerra do Vietnam, com soldados estuprando as vietnamitas civis e usando heroína (lembrei de Platoon); voltando mais uma vez ao Preacher, (se acostume, vou fazer isso um bom número de vezes) a história "A Terra das Coisas Ruins", mostra mais uma vez a guerra do Vietnam , mas desta vez, com um pouco mais de humor, mesmo assim, não perdendo a acidez.Nunca esquecendo da série (um tanto medíocre) "303"

Esses homens bastardos e suas malditas máquinas de matar :
Tá, tá...o título ficou grande, mas não podia deixar passar a frase; este ponto até não é lá algo muito corriqueiro nas histórias do irlandês, mas resolvi comentar mesmo assim; existem duas armas poderosas e interessantes em suas histórias (tês, na verdade)...Primeiramente, os dois revolveres do Santo dos Assassinos, forjados no fogo do Inferno, e utilizando o metal da espada empunhada pelo próprio Anjo da Morte (que acabou resultando numa arma que sempre acerta o tiro, e sempre mata o alvo). E depois, em Hitman, nos deparamos com o Ás das Winchester's, uma das únicas armas capazes de causar dano a um demônio (curiosamente nesta mesma história, é dito que Constantine também já havia sido propretário do tal trabuco).

Super's nada heróicos : Ainda pesso para um especialista me contar de onde vem esse ódio mortal que Garth Ennis sente pelos caras de capa e colante!! Ele nunca os perde de vista, e sempre que os retrata, são tão ou mais fodidos e hipócritas quantos nós, simples humanos. Poderia citar Marshall Law, mas eu não li!! (não se pode ser perfeito, ora!!)...mas a idéia é a mesma dos outros doi trabalhos sobre o assunto (e esses eu li), "A Pro" e "The Boys. Na primerira, "A Pro", mostra a história de uma prostítuta que acaba ganhando superpoderes e se afilia um grupo de heróis debochadamente parecido com a Liga da Justiça, mas em uma versão bem mais problemática, só pra pincelar de forma rápida, o Cavaleiro e seu fiel ajudande, Escudeiro (o equivelente ao Batman e Robin), são óbviamente gays, e o Santo ( Superhomem), é o cara mais ingênuo desta galáxia, e possívelmente das galáxias vizinhas também...Já "The Boys", que é posívelmente um dos scans mais aclamados da internet, é a visão mais ácida, e "realista" dos supercaras, o enredo todo é baseado na premissa "o que acontece quando os heróis começam a fazer muita merda ?", bem, o que fazer em momentos assim ? chame Os Rapazes (os "Boys" do título original) e reze para que eles não derubem toda a cidade. Um ponto interressante da série é a a posição dos super's quanto a mídia, eles arranjam sidekick's para venderem produtos infantis e usam trajes mais ousados para chamar a atenção dos adolescentes.Há um pouco sobre o assunto em Hitman também, com o grupo de bem intencionados, mas terrívelmente decdentes, do Seção Oito...composto por bêbados, tarados e retardados mentais

MEU NOME É BAYTOR!! : O número de personagens "fora do esquadro" é proporcional ao de obras. O que que eu quero dizer ? O que quero dizer é que cada história você encontra um tipo para o qual "bizarro" seria apenas eufemismo. Em Preacher, o adolescente defomado e vingativo conhecido apenas como Cara-de-Cu faz suas aparições esbanjando carisma e feiura (sem falar no jeito ininteligível de falar), assim como D'Arniquore, a autoridade máxima da organização conhecida como Graal, dono de uma obesidade mórbida e ainda por cima bulímico; na mesma série ainda temos Jesus De Sade, albino, zoofilo, pedofilo, sodomita, traficante e milionário.Mas vamos mudar de série...não falei muito sobre GODDESS, onde figuram dois irmãos gêmeos com o QI de rato morto e a fúria assassina do Leatherface. Em Hitman, além do Sixpack, que diz ser um herói, mas nem sabe em que planeta vive, temos o demônio e br man Baytor, lorde dos insanos...que só sabe pronunciar uma frase...


Pois bem...eu ainda tenho uma ou duas coisas pra falar...mas o fim do post se aproxima!!


Ode ao irlandês : Tem alguém lendo ainda ? Meu Deus! Você aí aturou todos aqueles parenteses e seguiu firme e forte mesmo quando era obrigado a ler aquelas bobagens ? Seras em breve recompensado com o fim desta tortura. Sério agora, pra quem ainda não leu (muito) do material do Garth, ele é basicamente um autor pra quem gosta de ação e bons dialogos, maldição, ele é quase o Tarantino das hq's (não fosse o fato de ser melhor que o Tarantino). Tá, tu deve tá me odiando e me achando o maior paga-pau do universo...quanto isso só tenho uma defesa : me mostre que estou errado!

Assim sendo, fico por aqui...e a gente se vê em algum pub por aí...


PS: link's com material do Ennis...

PREACHER DIRETO DO VERTIGEM

HD COM HITMAN

e em breve mais material...(preciso upar)

4 comentários:

zarpimpao disse...

Hey hey hey!
Ennis é nosso Rei!

Viva o capeta dos Quadrinhos =D

Von DEWS! disse...

Outro fator Ennis consegue passar é o do extremo e bizarro, cenas que você nunca pensaria normalmente, se tornam lugar comum em suas histórias, os braços da namorada de Hughie em The Boys, sendo arrancados se seu corpo por um herói "Joselito"; peles sendo arrancadas do rostos e depois pregadas de cabeça pra baixo com pregos em Hellblazer; o tiro errado do suicida Cara-de-Cu e outras mais...
E sem falar humilhação dos herois... Hitman vom,itando no pé do Batman; Wolverone semdp esmagado por um rolo compressor, com a cara derretida e o saco explodido, e para os fãs aracnídeos, talvez o maior sacrilégio, o Aranha como escudo humano do Justiceiro e Peter Parker sendo afundado na privada nos tempo sde colégio...

Isso é Ennis! O que ninguém pensa, ele vai e faz!

Como diria minha namorada:
"ele é mal"
Com "L" mesmo...

zarpimpao disse...

"peles sendo arrancadas do rostos e depois pregadas de cabeça pra baixo com pregos em Hellblazer"


só que isso foi em preacher hehehehe

nem DEWS está fora das falhas humanas mwahahahaha

eh nozes!!

Rodrigo_DK disse...

O que dizer do cara, ele é bom demais, não a como negar, e usando as suas palavras "Provem que estou errado"
Flw